PUBLICIDADE


Em entrevista à Rádio Bandeirantes na última terça-feira (24), o prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, afirmou que o município não deve passar por uma Reforma da Previdência, por enquanto. Ele ainda confirmou sua candidatura à reeleição para o ano que vem e QUE espera investimentos na ordem de R$ 150 milhões na cidade do ano que vem.

“Se for pra mexer só pra mexer eu prefiro ficar quieto”, disse Lemes ao ser questionado sobre uma possível mudança previdência aos servidores municipais. De acordo com ele, a previdência do município “está bem equacionada” e “não tem nada fora do que foi programada desde o nosso outro mandato”.

“O cálculo atuarial, está dentro da margem que a Lei manda, as aplicações estão muito seguras. Então, eu prefiro aguardar, se for pra mexer só pra mexer eu fico quieto”, disse que o gestor. O cálculo atuarial citado por ele é a conta realizada pelo sistema em que é calculado o que se recebe por mês e as despesas previdenciárias para os próximos anos. 

Segundo o prefeito, Senador Canedo tem R$ 215 milhões em saldo aplicado. “Temos feito as coisas com muito pé no chão, de acordo com a Lei manda, apesar dos recursos serem menores por conta da crise financeira geral, estamos com tudo relativamente em dias”, reafirmou.

Investimento e reeleição

Para o próximo ano, a expectativa do prefeito é poder investir entre R$ 130 milhões a R$ 150 milhões. E o foco será em obras de infraestrutura na rede de esgoto e água (quem em Senador Canedo é de responsabilidade municipal), e também na rede de educação.

“Temos como obras prioritárias a continuação do sistema de esgotamento sanitário (nas interligações das residências e nas elevatórias de cada bairro). Em escolas, há quase uma dezena preparadas para serem construídas; refazer a parte mais antiga dos asfaltos e em água tratada”, confirmou.

Ao confirmar que é candidato à reeleição no ano de 2020, Lemes disse também “ter o sonho fazer no ano de 2020 uma finalização de todo o planejamento” que foi realizado no início do mandato, para que o morador da cidade entenda “que é necessário dar continuidade nesse trabalho”.

“Estamos numa crescente, viemos de um início com muita dificuldade, muitas situações para corrigir (...) Estamos numa crescente na desenvoltura do serviço, na melhoria da qualidade dos serviços”, respondeu o prefeito ao fazer o balanço de sua gestão e do ano à frente do prefeitura.
--
Fonte: Diário de Goiás