PUBLICIDADE

Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

Aracélia Aguiar, de 44 anos, era apenas uma simples moradora desconhecida de Aparecida de Goiânia até sair em quase todos os veículos de imprensa de Goiás. O motivo: desfilou em carreata pelas ruas de Senador Canedo e Aparecida de Goiânia com uma faixa que dizia: "Enfim... divorciada." Tudo isso de vestido e salto alto, pra mostrar empoderamento e independência.

A situação inusitada aconteceu nos últimos dias 26 e 27 de novembro, após a telefonista ir ao salão de beleza arrumar o cabelo e iniciar o desfile. Ela comemorou a oficialização do término do casamento que durou 20 anos e, em entrevista ao Mais Goiás, afirmou que isso tirou sua autoestima, sonhos, sentimentos, mas que hoje voltaram com força total. Aracélia é natural do Maranhão.

"Ele não deixava eu ser independente. Dizia que eu era burra e feia, que eu não tinha classe pra usar salto alto e óculos de sol. Eu sempre superei, sempre aguentei. Não tinha coragem de divorciar, mas chegou um momento em que não deu mais. Eu fazia faxina em condomínios durante o dia pra pagar advogado, e durante à noite eu era cuidadora de idosos, para conseguir ter o que comer", recorda a telefonista na reportagem publicada pelo site.

Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

O processo de divórcio passou por três advogados e foi concluído neste mês de novembro. "Eu me dei um dia de princesa. E hoje sou uma mulher bonita, sou uma mulher empoderada. Eu me achava burra, porque ele dizia que eu era burra. Mas hoje sei que sou uma mulher inteligente e bonita", conclui Aracélia em entrevista ao Mais Goiás.


--

Poste um comentário