PUBLICIDADE


Goiânia é feita de gente diversa e eclética. E essa diversidade reflete bastante nos espaços de lazer que a cidade oferece. Os bares, por exemplo, tem para todos os gostos, com opções que vão desde a música ao vivo ao mais barato; com ambientes mais familiares ou mais descontraídos para relaxar com os amigos depois do trabalho e por aí vai. 

Inovador e diversificado. Assim será o Orlinha 62 (@Orlinha62), novo bar musical e de entretenimento que abre suas portas em Goiânia na terça-feira, no dia 9 para o público em geral. Localizado na Avenida Engenheiro Eurico Viana, nº 322, no Setor Alto da Glória, o bar tem como sócios o empresário, cantor e compositor Orlando Morais; o ator e diretor de teatro Eri Johnson, e também o empresário do ramo óptico Ricardo Calmon Martins. 

Durante a inauguração e a abertura ao público em geral, a casa vai trabalhar com toda a segurança sanitária quanto ao combate ao Covid-19, e irá cumprir à risca os decretos governamentais a esse respeito, como exigir distanciamento social, higienização com álcool em gel a 70% e uso de máscaras, ainda que em noites de novidade e socialização. 

Com propostas que vão desde shows ao vivo, espetáculos de stand-up comedy, programa radiofônico ao vivo transmitido pela Rádio Positiva FM e comandado pelo ator Eri Johnson, números de mágica, que serão conduzidos pelo ilusionista Sandro Pedroso, ator global performances de DJs e um dia dedicado às mulheres, que brilharão no palco todas as quintas-feiras, no “Quinta Delas”, o Orlinha 62, vem para preencher um espaço que faltava na noite goianiense e no entretenimento local, com uma proposta interativa e eclética, onde cabem todos os gostos e bolsos. 

O bar pretende oferecer atrações diariamente, a fim de agradar todo tipo de público, pois além de contemplar estilos musicais diferentes em cada dia – que irão do sertanejo à MPB, passando pelo rock nacional e pelo axé até o samba, o funk melody e o pop –, terá a interatividade de Eri Johnson junto ao público, o que o fará sentir-se como se estivesse indo à casa pela primeira vez, por mais que já seja um frequentador assíduo. “Vamos à busca de uma novidade diária”, diz Eri Johnson. “Essa mudança de formato diariamente é um dos nossos maiores focos para agradar e descontrair nossos clientes”, completa. 

O Orlinha 62 tem seu ambiente composto por mesas, camarotes e área VIP, com capacidade para até 350 pessoas sentadas e 700 em pé para eventos especiais. Os artistas que forem se apresentar na casa terão à disposição camarins e uma qualidade de som de ultima geração, com isolamento acústico para que os shows não causem incômodo na vizinhança. No estacionamento, até 70 veículos poderão ser acomodados ao mesmo tempo. 

No interior, a ambientação é inspirada no visual industrial, onde se destacam as ferragens e madeiras, mas de forma estilizada. Os banheiros são amplos e acessíveis a pessoas de todas as idades, inclusive a crianças e portadores de necessidades especiais, que também contam com piso tátil desde a entrada. 

À frente do cardápio do Orlinha 62 está o chef Huggo Chaves, que direcionou o menu basicamente para os petiscos mais comuns – porém especiais – em qualquer bar de boa qualidade no Brasil. Já a carta de bebidas inclui praticamente todas as marcas de cervejas de maior aceitação do goiano, como o chopp da Brahma, drinks elaborados por mixologista no local e uma carta ampla de vinhos. Aos domingos será servida uma feijoada carioca completa e tradicional, das 12h às 15h, seguida de uma roda de samba. 

O Orlinha 62 vai estar aberto a partir das 17h30 das quartas-feiras, e em seguida, às 18h, começa a transmissão ao vivo do programa Mistura Geral da Rádio Positiva FM, que segue até às 21h. Nas quintas, sextas e sábados, a casa abrirá para happy hours às 17h30, que vai e até às 20h, quando começa o show ao vivo no palco principal. Aos domingos, a partir das 11h30, o Orlinha abre para uma autêntica feijoada carioca que será servida até às 15h e, após, uma animada roda de samba, que garante a animação até a noite. No caso de shows com atrações mais famosas, será cobrada a venda de local, nas mesas ou nos camarotes.

Com informações de Palavra Comunicação

Poste um comentário