PUBLICIDADE



Um homem foi preso suspeito de aplicar golpes em idosos, em Caldas Novas. De acordo com o delegado Rodrigo Pereira, responsável pela investigação, o homem fazia ligações por telefone, enganava as vítimas e até buscava cartões de crédito na casa delas.

“Ele enganava as vítimas por telefone ao dizer que representava empresas de cartão e que o cartão delas estaria sendo usado por terceiros em outras cidades. A partir disso, ele buscava o cartão na residência das vítimas e usava para o bem próprio”, explicou.

Segundo o aspirante da Polícia Militar Diogo de Castro, a prisão do suspeito aconteceu na última quarta-feira (19), após denúncia de uma vítima que teve prejuízo de R$ 18 mil. “Após características do suspeito e do carro dele apontados pela vítima, começamos as buscas. Encontramos ele em um posto de combustível. Com ele, encontramos máquinas de cartão, cartões clonados, dinheiro, roupas, calçados, perfume e telefones celulares”, disse.

De acordo com Diogo de Casetro, o criminoso tinha um "gosto refinado". “Ele comprou um celular de R$ 4 mil, perfumes, roupas, tênis importados trazendo prejuízos para os idosos. Ainda não sabemos o total de vítimas, mas duas delas têm mais de 60 anos e tiveram um prejuízo de R$ 18 mil e R$ 4 mil”, disse o aspirante.

Segundo o delegado, mais pessoas estão envolvidas no crime e mais vítimas devem aparecer. Até agora, três pessoas já denunciaram o suspeito. “Há possibilidade de que a mãe do suspeito esteja envolvida no crime, ela é ex-funcionária de banco, e poderia ajudar o filho”, disse Rodrigo.

O crime configura estelionato contra pessoa idosa. A pena é de dois a 10 anos de reclusão.
--
Fonte: G1 Goiás
Foto: Reprodução TV Anhanguera