PUBLICIDADE


Há relatos de ataques de piranhas a banhistas nos últimos dias, no Lago Corumbá, em Caldas Novas. Os casos se intensificaram nos últimos 15 dias.

A Secretaria Municial de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semmarh) chegou, inclusive, a emitir um alerta nesta segunda-feira (20).

Essas ocorrências são comuns nos primeiros meses do ano, segundo relatam moradores. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade destacou que o pronto-socorro, na semana passada, atendeu dois casos de ataques de piranha, que normalmente acontecem nos dedos dos pés. Ainda não houve um caso grave.

Os ataques acontecem, conforme explica o Corpo de Bombeiros, pois as piranhas ficam mais violentas durante seu período de reprodução, que vai até abril. A corporação pede que as pessoas não ultrapassem placas de segurança no lago e não tomem banho durante o período reprodutivo.

Em nota, a Semmarh destacou que, entre 2015 e 2018, várias placas de advertência e sinalização foram instaladas no local. A maioria delas, porém, foi vandalizada.
--
Fonte: Diário de Goiás