Campanha de combate ao uso do Cerol, “A Vida por um Fio”, tem início neste sábado, 06


Soltar pipa é uma brincadeira divertida e faz a alegria da garotada no período de férias, porém, se não for feita com responsabilidade, o que era para ser legal pode se tornar uma arma fatal. Por esse motivo a Secretaria de Defesa Social de Aparecida, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM) lança a 4ª edição da campanha educativa ‘A Vida por um Fio’, que combate ao uso do cerol e linha chilena no município.

O lançamento oficial da campanha educativa será neste sábado, 06, às 15h30, no Pipódromo do município, que está situado na Avenida Três Américas, no Pólo Empresarial Goiás. O objetivo da ação, que tem como parceiros as secretarias de Esporte e Educação, é garantir a diversão, evitando acidentes e mortes. O trabalho dos agentes de segurança está amparado na Lei 3.393/2017 que proíbe empinar pipas e similares utilizando qualquer material cortante.

“A ação é de prevenção a danos e riscos a população aparecidense, principalmente neste período de recesso escolar. Nossos guardas já atuam diariamente orientando sobre os perigos do uso do cerol ou linha chilena nas pipas, mas nesta época os trabalhos são ampliados com a campanha evitando assim acidentes e até mesmo mortes em decorrência da brincadeira irregular”, comentou o secretário de Defesa Social, Roberto Cândido.

De acordo com o comando da GCM, na última campanha, realizada em 2018, foram apreendidas 980 pipas, 1.100 carretéis de linhas chilenas e/ou com cerol e outros materiais cortantes como pedaços de lâminas de barbear. “Registramos apenas três acidentes e todos sem gravidade envolvendo motociclistas no ano passado e nosso intuito neste ano é não ter nenhum incidente”, declarou o comandante da GCM, Weber Júnior.

Lei municipal – A legislação que regulamenta a brincadeira em Aparecida proíbe o uso e venda de “linha cortante, cerol ou vidro moído” no comércio formal e informal. O comerciante que vender esse tipo de material terá o produto apreendido e encaminhado à autoridade policial. Além disso, será aplicada multa no valor de R$ 3 mil a cada infração cometida.
--
Fonte: Secom Aparecida de Goiânia
Foto: Claudivino Antunes