PUBLICIDADE

Foto: Reprodução/Internet

Moradores de Senador Canedo denunciam que estão há sete dias sem água na torneira. Uma reportagem da TV Anhanguera, mostrou nesta terça-feira (14), diversas denúncias de pessoas sem água potável em casa. "Não tem água, quero ver alguém passar pelo que estou passando", denunciou Eliane Dias, que reside no setor Morada do Morro.

Uma situação inusitada também aconteceu na cidade nesta semana. Uma mulher foi até a prefeitura pegar água no bebedouro do gabinete do prefeito Fernando Pellozo. A cena foi registrada em vídeo e publicada nas redes sociais. "Eu pago meus impostos, a minha mãe não tem água pra beber há cinco dias e quando vem não sobe na caixa. Eu vou buscar água pra senhora fazer comida e pra beber", disse a moradora. Após a repercussão negativa, a Sanesc, que presta o serviço de saneamento em Senador Canedo, enviou um caminhão pipa em regiões da cidade.

As redes sociais do prefeito foram infladas por moradores revoltados com a falta de água. "Tem água na sua casa? Na minha não tem", disse a internauta Deusa Carvalho. "Precisamos de água pelo amor de Deus", lamentou outra internauta, Erica Silva. O prefeito não comentou o caso, mas a Sanesc disse que tem intensificado as ações para solucionar as falhas no abastecimento de água tratada.

A companhia disse que o motivo é a crise hídrica que o estado de Goiás enfrenta. "Quando o consumo aumenta, a pressão diminui e impede que a água chegue nesses locais. Mas nesses bairros estamos realizando mutirões com caminhões pipa, levando a água e enchendo os reservatórios", informou.

Ainda de acordo com a companhia de abastecimento, intervenções estão sendo realizadas no município para acabar com a falta de abastecimento de água. "Esse é um problema de décadas aqui em nosso município, mas que agora está sendo tratado de modo que se torne coisa do passado. As intervenções serão finalizadas até o dia 30 de outubro e resolverão o problema da falta de água em Senador Canedo", garantiu.

Poste um comentário