PUBLICIDADE

Foto: Rodrigo Estrela

Na manhã desta sexta-feira (17), o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), disse que irá consultar sua base política e “tomar uma decisão nos próximos dias” sobre seu futuro partidário. As declarações foram dadas à Rádio Fênix, de Ipameri, município da Região da Estrada de Ferro.

Mendanha apontou que deve deixar o partido em breve. “Dificilmente continuarei no MDB. Vou consultar as pessoas que estão próximas a mim, os líderes políticos que me acompanham e tomar uma decisão”. O ainda emedebista, porém, não indicou em qual partido irá se filiar após sair do MDB.

A declaração foi dada um dia após a direção do MDB apresentar resultado de uma consulta interna indicando que maioria dos diretórios da sigla defendem aliança com o governador Ronaldo Caiado para as Eleições 2022. Gustavo Mendanha é contra essa aliança e defende candidatura própria do MDB ao Governo de Goiás.

Aliança   

Mendanha lamentou que o MDB tenha decidido pela aliança com o DEM. “Historicamente o partido sempre teve candidato, sempre foi protagonista. Agora, deixará de ser protagonista com essa junção. Iris e Maguito sempre defenderam que partido grande tem que ter candidato”, lembrou.

O prefeito de Aparecida destacou ainda que não irá apoiar a aliança com o DEM e que irá trabalhar na oposição. “Não irei apoiar a candidatura do governador e de uma coisa eu tenho certeza: estarei do outro lado do governador Ronaldo Caiado”, afirmou.

Gustavo não se declara pré-candidato a governar e diz que irá continuar trabalhando em prol de uma candidatura de oposição ao atual governo. “Vou me juntar a outras pessoas que queiram um projeto alternativo para nosso Estado. Eu não apoio o governador”, frisou.

As declarações do prefeito de Aparecida de Goiânia foram dadas à Rádio Fênix de Ipameri

Poste um comentário