PUBLICIDADE


A Prefeitura de Goiânia informou que as obras do Complexo Viário Jamel Cecílio, no início da GO-020, entraram na reta final. A previsão é liberar o viaduto para o tráfego de veículos ainda antes do Natal. Com a cravação das 765 estacas, no domingo (6/12), foi concluído o encabeçamento do elevado com a avenida do lado oeste, sentido Setor Sul; e na segunda-feira (7/12), teve início a execução do encabeçamento do lado leste, sentido GO-020.

O empreendimento, que receberá o nome de Complexo Viário Luís José da Costa, em homenagem ao cantor Leandro, morto em 1998, vítima de câncer, é composto por três elementos diferentes de engenharia, nos mesmos moldes do que foi construído no cruzamento da Avenida 85 com a Avenida T-63: o elevado, uma rotatória em nível e a trincheira, e cada um deles atenderá às respectivas vias de acesso. A Avenida Jamel Cecílio vai passar pelo elevado sobre toda a obra; no nível da Alameda Leopoldo de Bulhões será construída a rotatória; e a Marginal Botafogo passará em trincheira por baixo de tudo.

Com essa intervenção, a Prefeitura de Goiânia busca dar maior fluidez ao tráfego de veículos para a Jamel Cecílio e para a Marginal Botafogo e maior acesso a essas duas vias a quem está na Leopoldo de Bulhões, eliminando o semáforo de três tempos no cruzamento e destravando o trânsito. O elevado na Jamel Cecílio dará fluxo direto para as pessoas que querem atingir a BR-153, a GO-020 ou os bairros e condomínios da região.


Monumento

O projeto do monumento a ser fixado ao lado do viaduto foi substituído. Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, a instalação do monumento anteriormente pensado – estrutura em forma de mão dedilhando um violão – demandaria fundação e estrutura muito robustas, acarretando um custo altíssimo para a obra, fator que se torna inviável, principalmente, nesses tempos de pandemia.

“Com a escavação para fazer o encabeçamento do viaduto, percebemos que o subsolo é bem mais mole, naquele local, necessitando um reforço extra com estacas de concreto para garantir a segurança e a durabilidade da obra. Para fazer o monumento proposto, é preciso também desse reforço extra na fundação para sustentar a estrutura, o que encarece muito os serviços, então, optamos por esse outro projeto que também vai embelezar e dar uma aparência moderna à obra”, justifica.

De acordo com o projeto, o novo monumento é estruturado por dois arcos que envolvem o novo viaduto e formam uma parábola despontando na paisagem cercada de prédios. Para dar elegância e leveza, a estrutura arrojada é constituída por treliças trapezoidais, cujo arco maior tem aproximadamente 30 m de altura e o menor, 22 m. O monumento será construído em estrutura metálica em aço galvanizado revestido com chapas eletro fundidas e pintura à base de poliuretano, a iluminação será em Led, o que permite que ele receba diferentes cores durante a noite.


--
Com Prefeitura de Goiânia

Poste um comentário