PUBLICIDADE

Atualizado em 28/07/2020 - 12:38


Laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou nesta terça-feira (28) que o corpo encontrado na tarde desta segunda-feira (27), em um matagal no Parque Santa Rita, em Goiânia, é de de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, desaparecido desde o dia 21 de julho.

Segundo o Corpo de Bombeiros os restos mortais da criança foram encontrados por cães farejadores a pouco mais de 100 metros da casa em que ele morava. As buscas duraram cerca de duas horas em uma região de brejo.

Segundo a corporação, o local era de difícil acesso e não havia sido explorado antes e apesar de ser uma área alagada, o corpo não estava submerso, estava fora da água.

A Polícia Técnico-Científica identificou sinais de violência no corpo. Segundo o médico legista Mário Eduardo Cruz, gerente do Instituto Médico Legal (IML) da capital, Danilo foi afogado na lama.

Histórico


Danilo estava desaparecido desde o dia 21 de julho. De acordo com a família, ele brincava na porta de casa quando informou à mãe que iria até a casa da avó, que mora em uma rua próxima. Desde então, ele não foi mais visto.

A Polícia Civil chegou a divulgar imagens de câmeras de segurança que mostravam uma criança em um restaurante, mas a família não reconheceu a gravação. No dia seguinte, o Corpo de Bombeiros iniciou as buscas e encontrou o corpo da criança no local informado acima.

--
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Poste um comentário