PUBLICIDADE



O avanço do coronavírus em Aparecida de Goiânia fez com que a cidade chegasse em um novo estágio de regras para o comércio local. A partir do próximo domingo (28), os comerciantes não poderão abrir as portas aos domingos, conforme anúncio do prefeito Gustavo Mendanha (MDB).

Já havia sido determinado na edição do último escalonamento um protocolo com vários cenários (do verde ao vermelho), que auxiliam à prefeitura na tomada de decisões sobre o relaxamento ou fechamento do comércio local. Nesta terça-feira (23), a cidade entrou no cenário de alerta: Amarelo Risco Moderado.


Apenas os comércios considerados essenciais poderão abrir aos domingos, que são os supermercados, postos de combustíveis, farmácias e as áreas de saúde e hospitalares. “No restante dos dias, continua o escalonamento normal conforme já foi decretado, sendo duas macrorregiões fechadas durante um dia da semana”, anunciou o prefeito.

Gustavo diz que a rede pública de saúde atingiu 40% de ocupação nos leitos de UTIs. Anteriormente, a cidade contabilizava de 30 a 50 casos por semana, segundo o prefeito, mas nos últimos 10 dias o número subiu para 70 e, em alguns dias, foi atingido o pico de 100 casos por dia.

Os casos confirmados de coronavírus na cidade chegaram a 1.870 nesta quarta-feira (24), de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. As mortes provocadas pelo novo vírus estão em 33, segundo o mesmo balanço.

Se os casos confirmados e mortes continuarem nessa crescente, o município pode chegar ao cenário laranja, um antes do vermelho, e o comércio pode ser fechado por mais um dia.
--
Fonte: G1 Goiás e Secom Aparecida 
Foto: Secom Aparecida 

Poste um comentário