PUBLICIDADE



Ivis Pereira da Silva, de 21 anos, foi preso nesta quarta-feira (9) com cerca de R$ 2 milhões em notas falsas, na casa em que mora, em Caldas Novas. No local também foram apreendidos aproximadamente 60 cartões de crédito falsos.  O crime foi descoberto por policiais militares do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da região após denúncia anônima de que o homem vendia notas falsas no imóvel. 

De acordo com o seu depoimento prestado a Polícia Civil (PC), o suspeito contou que fazia o anúncio dos produtos em grupos nas redes sociais e dizia que as notas impressas em papel-moeda eram de qualidade. O jovem cobrava R$ 100 por cada bloco de R$ 1 mil em moeda falsa, segundo relata a corporação. No entanto, depois que o “cliente” fazia o depósito como forma de pagamento, o suspeito bloqueava o contato, não atendia ligações e também não enviava o material conforme o combinado.

O homem foi detido e encaminhado à Delegacia de Caldas Novas. Os “clientes” que compravam o dinheiro falso também serão investigados. A Polícia acredita que eles tinham a intenção de cometer o mesmo crime com outras pessoas.
--
Foto: Polícia Militar