Operação Meu Zeloso Guardador II deflagra crime cibernéticos contra pornografia infantil


A Operação Meu Zeloso Guardador II, coordenada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos prendeu quarta-feira (14) dez homens, com idade entre 25 e 55 anos, por guardar e compartilhar materiais pornográficos envolvendo crianças e adolescentes. As prisões aconteceram em várias em Goiânia,  Aparecida de Goiânia, Senador Canedo, Catalão e Campos Verdes. Também foram apreendidos equipamentos nas cidades de Bom Jesus de Goiás, Goianira e Vianópolis.

Computadores, celulares e pendrives foram apreendidos com os suspeitos, que devem responder pelos crimes de posse e compartilhamento de material pornográfico infanto-juvenil. Entre os presos estão um professor de futebol e um homem que escondia o material pornográfico em um pendrive que ficava dentro do porta-luvas do carro. 



A Operação Meu Zeloso Guardador II é resultado de quatro meses de investigação e mais de 300 mil arquivos analisados. Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão domiciliar em oito cidades do Estado. Em outubro do ano passado, na primeira etapa da Operação Meu Zeloso Guardador, 28 homens, das mais variadas classes sociais e idades, foram presos.

Segundo a polícia, todos os equipamentos apreendidos em poder dos suspeitos serão periciados.