Suspeito de ligação com morte de jovem em boate é preso em Caldas Novas


Danilo Gomides Vieira, de 50 anos, foi preso na sexta-feira (17) suspeito de participação na morte de um jovem de 21 anos dentro de uma boate em Caldas Novas. O crime aconteceu em 2016.  De acordo com a polícia, Danilo estava tendo um relacionamento com a esposa do homem detido. Outros dois homens já foram indiciados por envolvimento com o assassinato.

O jovem estava na boate com amigos quando, sem ter chance de se defender, foi atingido por seis tiros na cabeça e no tórax. Ele morreu no local antes da chegada do socorro. A principal suspeita da polícia é que o crime tenha sido motivado porque Danilo estava se relacionando com a esposa do homem que foi preso e não teve a identidade divulgada. Ele estava foragido desde a época do crime.

Dois homens, tio e sobrinho, foram presos em agosto do ano passado suspeito de envolvimento com o crime. Eles são amigos do homem preso agora. A dupla nega envolvimento com o crime, mas na casa de um deles foi apreendido um revólver calibre 38. Exames de microbalística confirmaram que os tiros que mataram Danilo saíram da mesma arma.
--
Fonte: G1 Goiás
Foto: Polícia Civil