PUBLICIDADE


A fotógrafa Nádia Ribeiro é apaixonada por Cristianópolis e sempre faz fotos da rotina dos moradores, de paisagens, do cotidiano. Recentemente criou o ensaio "Uma cidade em preto & branco" misturando o passado e o presente com registros atuais e antigos. 


Tudo começou depois que Nádia comprou sua primeira máquina fotográfica analógica, uma Práktica alemã e se apaixonou pela fotografia. Logo depois, em 2006, ela comprou uma Canon semi profissional e não parou mais de fotografar. “Sempre tive essa queda pela fotografia desde muito nova, era natural como se tivesse nascido com essa vontade”.

Clique aqui e confira o ensaio completo


Nascida e criada em Cristianópolis, ela diz que a ideia do ensaio nasceu em meio a quarentena imposta pela pandemia. “Sempre fui apaixonada por fotos preto e branco, a vontade de fazer fotos em preto e branco veio com força um dia, no primeiro momento e por falta de modelos para ensaios pensei em fazer fotos coloridas em ângulos jamais vistos da cidade, percebi que tinha feito fotos em cores e nunca chamou atenção”, conta. 


Nádia queria que as outras pessoas vissem sua paixão por Cristianópolis por meio das fotos. Então depois de ler um texto que falava sobre cores se deparou com a seguinte explicação. “A ausência das cores significa ausência de informação; com ausência de informação, nosso foco se amplia e conseguimos, dessa forma, enxergar, de fato, tudo!”.

Daí nasceu o “Uma Cidade em Preto e Branco”.  E foi o que aconteceu. Com o ensaio as pessoas começaram a dar mais atenção aos lugares tão comuns e que antes passavam despercebido por eles.


A fotógrafa diz que ainda tem muita coisa para mostrar de sua cidade natal e que novos projetos estão chegando, como o “Faces em Preto e Branco”, em que ela irá fotografar as ruas, praças, comércios, lares, tudo em preto e branco novamente. Já estamos ansiosos pelos próximos cliques.

--
Crédito das fotos: Nádia Ribeiro / Arquivo Pessoal

Poste um comentário