PUBLICIDADE

Atualizado em 03/04/2020 - 16:15


O governador Ronaldo Caiado estendeu por mais 15 dias o decreto que prevê medidas de isolamento social. O novo decreto foi publicado em suplemento do Diário Oficial nesta sexta-feira, 3. Estão liberadas: feiras livres, cartórios, escritórios de profissionais liberais e atividades administrativas em escolas, desde que respeitada a norma de não aglomeração.

Atividades esportivas, religiosas, abertura de comércio e indústrias que não sejam essenciais à vida (bares, restaurantes, academias, igrejas, lanchonetes, cinemas, shoppings centers, camelódromos, teatros, casas noturnas e áreas comuns de condomínios) devem permanecer fechados.

Para abrir exceção às feiras livres hortifrutigranjeiras, Caiado informou que elas poderão funcionar seguindo o padrão sanitário estabelecido pelo Estado, com base nas recomendações do Ministério da Saúde. Os clientes não podem consumir no local, sendo vedadas mesas e cadeiras.

Os cartórios podem abrir, mas devem seguir as normas da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, já os escritórios de profissionais liberais não podem ater atendimento público.

As escolas devem continuar com as aulas suspensas, conforme outro decreto, até o dia 30 de abril, mas as aulas podem funcionar virtualmente. As atividades administrativas estão liberadas.