PUBLICIDADE


Foi aberto nesta segunda-feira (20), o período para cadastramento e recadastramento do Passe Livre estudantil. Para 2020, a estimativa é que os recursos destinados ao programa atinjam cerca de R$ 90 milhões. O prazo vai até o dia 31 de março. O estudante que já tem o benefício deve fazer o recadastramento, para não perdê-lo.

O programa possibilita gratuidade nos transportes públicos para estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior. Segundo o governo, em 2019, 94,2 mil estudantes da região metropolitana e 9,7 mil de Anápolis foram cadastrados ou recadastrados no programa, que recebeu recursos na ordem de R$ 80 milhões. O benefício não funciona nas férias.

Como fazer o cadastro?

Os estudantes da Região Metropolitana de Goiânia podem efetuar o cadastro no site da Superintendência da Juventude. Já os estudantes de Anápolis podem procurar as agências do Vapt Vupt e postos de atendimento da URBAN.

Após o cadastramento, os estudantes estarão sujeitos a fiscalização. O objetivo é priorizar o atendimento aos alunos de baixa renda.

Alguns requisitos previstos são: manter assiduidade nas atividades escolares respectivas; ser beneficiário direto ou indireto de programa social governamental de erradicação de pobreza ou bolsa universitária; não ter reprovação por nota ou frequência em mais de uma disciplina por semestre ou ano letivo; ser economicamente carente (renda bruta mensal familiar de até três salários mínimos).
--
Fonte: 
Foto: Governo de Goiás