Escola Municipal de Aparecida vence torneio de robótica e se destaca no estado


Aparecida é destaque mais uma vez em Goiás. O grupo de estudantes da Escola Municipal Francisco Rafael Campos venceu o “Torneio Sesi de Robótica”. A escola foi destaque entre 45 equipes de estudantes com idade entre 9 e 16 anos dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os alunos que participaram da competição foram recebidos pelo prefeito Gustavo Mendanha na manhã desta quarta-feira, 28, em seu gabinete e os parabenizou pelo feito que levou o nome de Aparecida para todo o Estado.

Orgulhoso, o prefeito Gustavo Mendanha disse que investir em educação é a melhor forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas promover um futuro melhor às crianças e jovens. “Fico muito feliz de vê-los fazendo valer a pena o investimento nesse projeto que será um ponta pé inicial para implantar a cultura de Cidade Inteligente em Aparecida. Parabéns a todos pela dedicação e empenho em trazer esse título e destacar o município por todo o nosso estado. E garanto aqui a vocês que os investimentos vão continuar. Vamos investir R$ 2,5 milhões no projeto no próximo ano para atender todas as escolas municipais e realizar nosso próprio torneio municipal de robótica”, frisou.

Segundo a secretária de Educação e Cultura, Valéria Pettersen, nessa primeira etapa do projeto, 20 escolas do 6º ao 9º ano receberão kits para desenvolver as aulas de robótica. As crianças menores, a partir dos cinco anos de idade, serão integradas no projeto “Cataventos” que é ligado ao Projeto de Robótica, mas com trabalhos mais simples. “A utilização da tecnologia na formação do ensino-aprendizagem de crianças e adolescentes contribui para o desenvolvimento educacional, desperta a criatividade e raciocínio, incentiva o trabalho em equipe, facilita o aprendizado em disciplinas como matemática, física, química e língua estrangeira. Além disso, inspira crianças e jovens a seguir carreira no ramo da ciência, engenharia, artes e exatas”, pontuou.

Para o aluno de robótica, Paulo Hérick Gomes, de 14 anos, do 8º ano, ter um projeto voltado para a área tecnológica nas escolas é motivador e faz com que os estudantes busquem mais conhecimento e aprendizado. “A escola ficou mais legal agora que temos aulas de robótica e podemos construir nossos próprios robôs de competição. Nessas aulas a gente aprende muita coisa, adquire muitos conhecimentos importantes, faz novos amigos e compartilha o que já sabemos. Além disso, praticamos o respeito e nos divertimos bastante, o que é muito bom para nosso aprendizado. E juntos conquistamos esse prêmio, pois trabalhamos duro, ficando o dia inteiro na escola focados no projeto. Ganhar foi muito bom, mas só de ter feito parte disso, de ter participado já foi muito importante pra mim”, comentou.

--
Fonte: Rackel Vieira / Foto: Rodrigo Estrela